saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-cns-simers-hospital-cfm-conselho-federal-medicina-4
EINSTEIN
saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-cns-cremesp-congresso-medicina-sao-paulo-sp

Zenit capta R$ 1,3 milhão em rodada via crowdfunding

Zenit capta R$ 1,3 milhão em rodada via crowdfunding

AZenit, healthtech que se apresenta como uma espécie de ‘Netflix da Saúde’ acabou de fechar uma rodada de captação no valor de R$ 1,3 milhão. O aporte foi levantado via crowdfunding pela plataforma da Captable, com a participação de 244 cotistas.

Além deles, entraram na rodada também como coinvestidores a Oikos, um multifamily office do Distrito Federal, e aa Spalla Partners, uma empresa de investimentos capitaneada por ex-executivos do Grupo RBS.

Conforme destacou a Zenit em nota, o aporte será empregado de forma estratégica, com planos de expandir a presença de seus serviços digitais de saúde integral. Segundo Fernando Teitelbaum, cofundador e COO da healthtech, 40% do valor captado irá para o desenvolvimento de novos produtos e upselling para a base já existente, que é de 36 mil assinantes no mercado B2C.

“O restante dos recursos serão destinados em partes iguais nas áreas de tecnologia, expansão no mercado e investimentos focados no setor B2B, com 20% alocados para cada uma dessas frentes”, explica Fernando, em nota à imprensa.

De acordo com Paulo Deitos, cofundador da Captable, o sucesso da captação do Zenit destaca o dinamismo e potencial do segmento de healthtechs. As estimativas de fontes como o Global Market Insights são de que o mercado global alcance US$ 504 bilhões em 2025, crescendo anualmente a 15% e o Brasil avançando a um ritmo de 25% ao ano.

“É evidente que os investidores reconhecem a convergência entre a preocupação das pessoas com saúde e as oportunidades rentáveis deste setor e agem imediatamente quando aparecem ótimas oportunidades de negócios em ascensão como foi o caso da Zenit. Em 2022, só o Brasil movimentou R$ 14,5 bi neste mercado, mostrando a força e relevância da inovação em saúde no país”, afirma Paulo, em comunicado.

Crescimento no B2C e B2B

A marca Zenit foi lançada em maio de 2022 como consequência de uma trajetória de diversas iniciativas nos mercados de saúde e tecnologia dos empreendedores Leonardo Rocha (CEO), Fernando Teitelbaum (COO) e Mateus Freitas (CMO) ao longo dos últimos anos. Neste guarda-chuva de atuação, estão inclusos a Autoridade Fitness (canal sobre alimentação), Xtreme21 e Prána Yoga. Juntas, essas marcas reúnem mais de 8 milhões de seguidores ativos nas redes sociais.

No formato atual que chamou a atenção dos investidores, e que rendeu à startup o apelido citado no começo da matéria, o Zenit disponibiliza ao mercado um aplicativo que oferece um catálogo abrangente de exercícios físicos, treinos de yoga, dicas de alimentação saudável, pilates, corrida, luta funcional, crossfit, reeducação alimentar, exercícios para gestante, idosos, e muito mais, em um formato de consumo rápido.

Após o usuário fazer o login, a plataforma disponibiliza um quiz para elaborar uma agenda personalizada de acordo com as necessidades de cada pessoa. Segundo a própria startup, o modelo tem a intenção de atrair principalmente aqueles que dizem “não ter tempo” para práticas saudáveis ou que não gostam de academias.

Quanto à base de assinantes ativos, a empresa registrou no último ano um crescimento de 106% em sua frente B2C. Já no B2B, novos produtos foram lançados recentemente para atender empresas preocupadas em proporcionar saúde integral aos seus colaboradores, com um crescimento de 127% no faturamento B2B no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado.

Para fortalecer esta segunda frente, a healthtech reuniu parceiros renomados como Rede Accor, Banco do Brasil, Holiste, Caju Benefícios, Azos (seguros de vida) e Minu.


https://startups.com.br