saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-cns-simers-hospital-cfm-conselho-federal-medicina-4
EINSTEIN
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cns-simesp-simers-feira-hospitalar-sao-paulo-grupo-bradesco-biobrazilfair-biofach-organico

600 mil médicos no Brasil: uma boa notícia ou motivo de preocupação?

600 mil médicos no Brasil: uma boa notícia ou motivo de preocupação?

600 mil médicos no Brasil: uma boa notícia ou motivo de preocupação?

Artigo de Opinião: Presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), Dr. Gerson Junqueira Jr.

Em 2024, chegamos a um marco significativo para a Medicina brasileira: ultrapassamos a marca de 600 mil médicos em todo o país, com um contingente de quase 38 mil profissionais atuando em solo gaúcho. Entretanto, esses números devem ser analisados à luz das transformações e desafios que permeiam nosso sistema de saúde.

A expansão desenfreada de cursos de Medicina no Brasil aponta para uma projeção assombrosa: até 2035, estima-se que alcançaremos a marca de 1 milhão de médicos. Esta perspectiva, por si só, levanta questões cruciais sobre a formação, distribuição e qualidade desses profissionais em nosso país.

Outras projeções igualmente relevantes merecem nossa atenção. Primeiramente, observamos uma clara tendência de feminização da Medicina, com as mulheres assumindo a maioria entre os médicos brasileiros a partir deste ano. Além disso, mais de 85% dos médicos do país terão menos de 45 anos, sinalizando uma renovação geracional na profissão.

No entanto, uma das preocupações mais urgentes diz respeito à defasagem entre o número de egressos dos cursos de Medicina e as vagas de Residência Médica disponíveis. Esta disparidade compromete gravemente a qualidade da assistência médica e a resolutividade dos serviços de saúde, já fragilizados em muitas regiões do país.

Diante desses desafios, a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) manifesta sua preocupação e inquietação. Com esse espírito de compromisso e responsabilidade que seguimos trabalhando, em busca de soluções que garantam uma Medicina de qualidade para todos os brasileiros. Juntos, enfrentaremos os desafios do futuro, assegurando que a saúde de nossa população seja tratada com a dignidade e a excelência que merece.
 
Dr. Gerson Junqueira Jr.
Presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS)

Sobre a AMRIGS

A Associação Médica do Rio Grande do Sul é uma organização sem fins lucrativos voltada para a atualização do conhecimento técnico-científico e para a realização de debates científico-culturais relacionados à saúde, à Medicina e à vida profissional. Desde o momento de sua fundação em 1951, a AMRIGS integra a vida do médico em todas as etapas da profissão, tendo como objetivos:

Fomentar a ciência e a cultura médica;
Promover a defesa profissional;
Fortalecer o associativismo e a representatividade médica;
Ser influenciadora como entidade protagonista de ações em prol da saúde.