saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-cns-simers-hospital-cfm-conselho-federal-medicina-4
EINSTEIN
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-universo-totvs-sp-2
saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cns-simesp-simers-feira-hospitalar-sao-paulo-grupo-bradesco-biobrazilfair-biofach-organico

Gerdau e Gerando Falcões se unem em fundo aberto para captação de recursos direcionados a reconstrução de habitações no RS

Gerdau e Gerando Falcões se unem em fundo aberto para captação de recursos direcionados a reconstrução de habitações no RS

Gerdau e Gerando Falcões se unem em fundo aberto para captação de recursos direcionados a reconstrução de habitações no Rio Grande do Sul

Fundo tem como proposta se tornar um ecossistema colaborativo com a participação de outras grandes empresas e parceiros. Gerdau fará aporte inicial de R$ 5 milhões e Gerando Falcões será a responsável pela gestão

A Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, em parceria com a ONG Gerando Falcões, unem-se para criar um fundo aberto à captação por outras empresas, destinado a mobilizar recursos financeiros com foco em habitação na etapa de reconstrução no Rio Grande do Sul, estado atingido por fortes chuvas nas últimas semanas.

O fundo, que será gerido pela Gerando Falcões e acompanhado por equipes técnicas e comitês específicos para cada frente de trabalho, tem como proposta se tornar um ecossistema colaborativo com a participação de outras ONGs e de outras grandes organizações, visando ampliar a captação de recursos que serão usados para atender territórios e famílias em vulnerabilidade no estado. Neste primeiro momento, a Gerdau fará um aporte de R$ 5 milhões no fundo, que serão direcionados aos desafios habitacionais presentes na região.

De acordo com o CEO da Gerdau, Gustavo Werneck, o fundo representa o primeiro passo para a criação de uma coalizão empresarial em apoio à sociedade gaúcha para a implementação de iniciativas estruturantes no estado. “Neste momento de criação do fundo, gostaríamos de convidar empresas interessadas em colaborar nesses esforços, visando enfrentar os desafios em busca da reconstrução do Rio Grande do Sul, começando pela questão habitacional. A Gerdau, como uma empresa fundada no Rio Grande do Sul, está comprometida em apoiar a população gaúcha diante do cenário desafiador e em dedicar esforços para a reconstrução do estado. Estamos muito felizes em poder contar, mais uma vez, com a parceria e o suporte da Gerando Falcões nessa iniciativa”, afirma.

“A Gerando Falcões tem atuado numa grande rede de solidariedade e apoio com tudo o que vem acontecendo no Rio Grande do Sul desde o início de toda a calamidade. Na fase emergencial, além de liberarmos recursos próprios para a compra de água e medicamentos, seguimos mobilizando o nosso ecossistema de parceiros que têm atuado com doações monetárias e de itens para a ONG Ascendendo Mentes, que faz parte da Rede de ONGs Gerando Falcões. Agora damos início a um novo movimento com empresas e governos, que terá como foco a reconstrução. Assim, a Gerando Falcões e a Gerdau, se unem e convocam as empresas para fazerem parte deste fundo voltado para habitação em territórios e famílias em vulnerabilidade. O fundo será gerido pela Gerando Falcões, acompanhado por equipes técnicas e comitês específicos para cada frente de trabalho”, explica Edu Lyra. Além da Gerdau, a XP Investimentos também informou que fará uma doação para compor o fundo.